sábado, 6 de novembro de 2010

Minha Jornada ao Sagrado


Olá! Nesta primeira postagem, gostaria de me apresentar e de um falar um pouco sobre minha história e como me deparei e como foi minha busca pelo Sagrado Masculino.


Meu nome é Natan, sou pagão, e sacerdote de um coven de Santos-SP, chamado Amantes de Ísis, cujo além de sacerdote tenho a honra de ser um dos fundadores. Porém já antes da fundamentação do coven quando eramos apenas um grupo de estudos me deparei com essas palavrinhas que me deixaram cismado: Mistérios Masculinos.


Por ser homossexual fiquei inicialmente receoso de que fosse algo sexista, separacionista e machista. Mas sendo homossexual, sentia falta de algo que trabalhasse meu animus (energia masculina que todos possuímos, independente de sexo ou opção sexual), pois a Wicca acabou se tornando uma religião voltada apenas para o feminismo, fazendo que me voltasse e me conectasse apenas com a energia da Deusa, trabalhando assim minha anima (energia feminina).


Quando descobri que dentro do paganismo há um trabalho voltado para o homem (coisa que só via para as mulheres, já que dentro do grupo as mulheres tinham reuniões separadas que tratava dos Mistérios Femininos, onde aprendiam a honrar seus ciclos menstruais), em busca da verdadeira masculinidade, e isso independe de opção sexual.


Fui atrás de aprender o que era o Sagrado Masculino. E não foi fácil! Me deparei com pessoas que restringiam o acesso aos Mistérios Masculinos apenas as pessoas faziam parte de seus covens, e até pessoas que classificavam isso como "balela". Na internet o conteúdo era quase inexistente. Mas eu busquei, busquei com a paciência de um caçador e com a força de um guerreiro, e a Deusa me ajudou a ouvir o chamado de seu consorte e como encontrá-lo colocando pessoas no meu caminho que me ajudaram a compreender o que é ser HOMEM. Pessoas como minha sacerdotisa que muito me orgulha pelo trabalho que possui com o Sagrado Feminino, e esse resgate lindo dos Mistérios do Sangue. Foi nela que me inspirei e tive forças para buscar proporcionar para os meninos do grupo o mesmo que ela proporcionava para as meninas. E tive uma grande companheira nessa caminhada, que me incentivou o tempo inteiro, que me ajudou atrás de material que falasse sobre o assunto. E digo que se hoje tenho o conhecimento que tenho, e se consegui construir esse trabalho que pretendo compartilhar nesse blog, não é apenas mérito meu, mas também dessa mulher que chamo carinhosamente de Babi Guerreiro, que esteve ao meu lado o tempo todo me aconselhando e aguentando meus surtos e brisas. E mais do que tudo tenho que dizer OBRIGADO, primeiramente aos deuses por ter me guiado, e depois a Babi Guerreiro, por todo o apoio.


Depois de ler muito sobre o assunto, em livros que tratavam não só de paganismo, mas sobre psicologia masculina, passei a fazer vivências, e a desenvolver um trabalho de resgate da verdadeira masculinidade. E por ter me deparado com tantas dificuldades e com tanta falta de informação do que se diz respeito do resgate da verdadeira masculinidade decidi escrever esse blog, para ajudar aos homens a se encontrar. Por que há tanto conteúdo para as mulheres e para os homens não? Não foram apenas as mulheres que possuem suas feridas causadas pelo patriarcado, nós homens também possuímos nossas feridas e devemos voltar a nossa atenção para elas. E isso não deve ficar restrito apenas aos círculos fechados deve ser compartilhado para que todos os homens possam se voltar para o Sagrado.
Natan Brith

5 comentários:

  1. Tenho muito orgulho de ter participado dessa jornada até aqui.
    Agradeço aos Deuses por terem nos guiado por esse caminho muitas vezes dificil.
    E que Eles abençõem você por compartilhar desse conhecimento ancestral e precioso.
    Muito sucesso nessa nova empreitada!

    ResponderExcluir
  2. Puxa, que legal seu blog...e mais ainda o conteúdo dele. Fico feliz de saber que poderei dar uma olhadinha aqui e aprender.
    Que os Deuses possam te ajudar a ser mais uma ferramenta direta de cura das "feridas" masculinas. Ao terem essas "feridas" cicatrizadas, com certeza as nossas "feridas" femininas serão curadas em paralelo e um dia tudo será harmonia.
    Felicidades e todas as bençãos Deles
    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Olá meu amigo e grande sacerdote Natan, é com grande alegria que recebi o convite para conhecer o blog através da amada sacerdotida Babi.
    É muito importante mesmo termos consciência do nosso sagrado masculino, pois a muito tempo muitos de nós o perderam assim acarretando muita doença, não falo só de doença física não.
    Fico super feliz em ver a sua coragem,responsabilidade e dedicação para com o coven e agora com a dessiminação do conhecimento do sagrado masculino.

    Grande sacerdote Bençãos de Isis

    ResponderExcluir
  4. Olá, Natan.Como vai? Estou aqui postando um cmentário porque gostei muito do blog e do tema. Eu tinha começado a fezer umas pesquisas na internet sobre Deuses gays e o primeiro lugar que cheguei foi aqui no seu blog. Gostei. Em segundo lougar, digo que te adicionei no msn para trocarmos figurinhas. hehehe. Temos alguns assutos em comum, como a dança, o teatro, a wicca...
    Tá. Agora sobre o post, eu achei que foi legal você ressaltar os aspectos da face masculina da divindade. A magia, a bruxaria, muito antes ressalta ambos os aspectos, mas com a supremacia do patriarcado, o aspecto feminino foi dilacerado, enquanto o masculino foi remoldado. Não acredito que consigamos com certa facilidade nos disvincularmos de nossa história e passar a ver um outro masculino no lugar desse modelo cristão sobre o qual crescemos. eu, como exemplo, estou começando a viajar agora no mundo masculino porque quero saber mais sobre os Deuses gays.
    Bom, só um comentário mesmo para me iniciar no blog como leitor e comentador. Abraços e luz!

    ResponderExcluir
  5. Não posso deixar de comentar que esse é um trabalho visionário da sua parte Natan!
    Os passos por onde você caminhou, em busca do Senhor Selvagem, serão trilhados por aqueles que tem necessidade Dele, como tem necessidade do alimento vital.
    Abençoado seja =)

    ResponderExcluir